As 7 estratégias do Magazine Luiza para gerir e reter pessoas

27 . nov . 2017 Imprimir esse Artigo

Pela primeira vez, o Magazine Luiza conquistou a primeira colocação no ranking que elege as melhores empresas para trabalhar do varejo brasileiro, segundo estudo realizado pelo Great Place to Work – GPTW, em parceria com a NOVAREJO.

Esta é a quarta edição do estudo que identificou as companhias do setor com as melhores práticas de gestão de pessoas. Há quatro anos, o estudo consagrou 24 empresas, e a Magazine Luiza conquistou a segunda colocação, atrás da Gazin.

No ano seguinte, em 2015, a companhia também conquistou a segunda colocação, dentre 40 companhias identificadas como as melhores para trabalhar. Em 2016, o estudo identificou 25 empresas da categoria Médias empresas e 25 empresas da categoria Grandes empresas. E o Magazine Luiza também foi consagrado na segunda colocação dentre as grandes companhias.

Desta vez, na segunda edição do prêmio, a maior rede de eletroeletrônicos conquistou a primeira colocação, na categoria Empresas de Grande Porte. “De um ano para cá, a gente deu consistência às nossas práticas, reforçamos nossas ações e aprofundamos o que já criamos”, afirma Patrícia Pugas, diretora de Recursos Humanos do Magazine Luiza.

“A prática do Magazine é muito consistente e clara. Olhamos para todo o cenário adverso e entendemos que gestão de pessoas é estratégica. Os resultados positivos que temos estão muito relacionados a importância que damos às pessoas”, afirma.

Confira algumas práticas da empresa que fazem toda a diferença para os funcionários:

1. Pequenas atitudes, grandes resultados

Algumas ações da companhia parecem pequenas, mas promovem um grande resultado na companhia. No último ano, por exemplo, a empresa conseguiu aumentar o período de licença maternidade para seis meses. A licença paternidade também foi aumentada, para 20 dias. “Esse tipo de atitude faz com que os funcionários se sintam valorizados”, afirma Patrícia.

2. Trilhas de carreira

A companhia é reconhecida por ter programas de carreira estruturados. O funcionário que entra sabe a trilha de carreira que ele tem de caminhar para conseguir crescer. Para se ter uma ideia da importância desse tipo de estratégia, todos os gerentes das lojas da companhia foram formados dentro de casa.

3. Treinamento

No último ano, a empresa reforçou a plataforma de treinamento. Há mais conteúdo e por ser online os funcionários têm acesso onde e no serviço que quiserem. Isso aumentou em 540% os acessos na plataforma. ”Isso ajuda no processo de evolução dentro da companhia”, afirma a executiva.

4. Liderança

A gerência é outro foco da companhia. Para a empresa, a formação de líderes é uma preparação não apenas para o agora, mas para o futuro. “É um círculo virtuoso bom, porque na hora em que eu formo um gerente, eu abro vagas mais vagas na base”, conta.

5. Transformação digital

A transformação digital não está apenas na estratégia de operação da companhia. Ela também atinge às pessoas. A empresa não apenas coloca a tecnologia à disposição dos funcionários, como também oferece treinamentos que ajudam a mudar o mindset dos mais velhos.

“A gente tem um processo de capacitação interna para que as pessoas não apenas aprendam a usar ferramentas, mas também aprendam e assimilem essa cultura e sejam sensibilizadas com isso, inclusive para a inovação”, conta Patrícia.

6. Comunicação

A comunicação na empresa é trabalhada para ser ágil e transparente. “Nos comunicamos muito e temos muito a prática de ouvir. É a base de tudo. Aqui, deixamos claro que as pessoas estão abertas para aprender e crescer”, diz.

7. Recrutamento e seleção

Recrutar e selecionar bem estão nas bases das estratégias do Magazine Luiza para gerir pessoas. “Percebemos, claramente, que se recrutamos melhor vamos conseguir melhores desempenhos. Eu preciso recrutar bem e ter muito foco na nossa seleção. Esse é o nosso grande foco para 2018”, diz.

TAG
magazine luiza melhor lugar para trabalhar varejo
CATEGORIAS
Economia Empreendedorismo Inovação SindiVarejista