Comércio da região fechou 20 postos de trabalho por dia em 2015

23 . fev . 2016 Print This Article
Saldo de emprego no comércio da região foi negativo em 2015. Foto: Adriano Rosa.

Saldo de emprego no comércio da região foi negativo em 2015. Foto: Adriano Rosa.

O comércio da região de Campinas encerrou o ano de 2015 com saldo negativo de 7.431 postos de trabalho (resultado das demissões menos admissões). O número representa, em média, 20 vagas eliminadas por dia neste período. Em 2014, o ano foi encerrado com saldo positivo: 377 vagas a mais. Os dados são da FecomercioSP e abrangem 30 cidades da região.

Quando são considerados somente os dados do município de Campinas, os números também são negativos. Durante o ano, 2.703 vagas de empregos foram eliminadas no varejo, o que representa uma média de sete postos de trabalhos fechados por dia ao longo de todo o ano.  A pesquisa tem como base dados do Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), e o impacto do seu resultado no estoque estabelecido de trabalhadores no Estado de São Paulo, obtido com base na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Setores

Das nove atividades analisadas na região, oito apontaram retração no estoque de empregados em 2015, das quais as mais expressivas foram vistas em concessionárias de veículos (-8,1%) e lojas de vestuário, tecidos e calçados (-9,1%). Por outro lado, apenas o segmento de farmácias e perfumarias (1,5%) apresentou variação positiva no período.

Para a presidente do SindiVarejista, Sanae Murayama Saito, os dados gerais do ano de 2015 confirmaram o desempenho do comércio observado ao longo dos meses. O fechamento de postos de trabalho é um resultado da instabilidade da economia, aumento dos preços, juros altos e falta de crédito oferecido aos consumidores. “Quando vemos o desempenho de cada setor, observamos que os piores resultados estão naqueles relacionados aos bens de consumo de valor alto, como concessionárias, vestuário, autopeças”, disse.

Sanae afirma ainda que a população está priorizando o consumo de itens essenciais, encontrados em farmácias e supermercados. “Apesar do setor de supermercados apresentar saldo negativo, ainda assim, o desempenho é melhor que os demais segmentos.” O bom resultado das farmácias pode ser explicado pelo fato dessas empresas estarem cada vez mais dispostas a fornecerem produtos variados (incluindo cosméticos, por exemplo) e também pelo aumento da expectativa de vida dos brasileiros.

Assessoria de Imprensa Sindivarejista (imprensa@sindivarejistacampinas.org.br) 
Bruna Mozer e Luciana Félix – (19) 3775-5560 / 9 9641 6432
bruna.mozer@sindivarejistacampinas.org.br ; luciana.felix@sindivarejistacampinas.org.br

TAG
campinas comércio demissões emprego Empresas fecomercio postos de trabalho varejo
CATEGORIAS
Releases SindiVarejista