Dicas: Cálculos da Folha de Pagamento – tudo o que você precisa saber!

04 . fev . 2019 Print This Article

Fazer o Cálculo da Folha de Pagamento corretamente é muito importante para qualquer empresa, independente do porte ou do número de funcionários. Afinal, o holerite é o documento usado pelo funcionário para comprovar a sua renda, sendo usado em financiamentos e até na solicitação da aposentadoria.

Além disso, caso o cálculo seja feito de maneira errada, o empresário poderá estar sujeito a multas e sanções trabalhistas ou ainda acabar perdendo dinheiro, pagando por funcionários que não trabalharam no período em questão, por exemplo.

Confira abaixo algumas dicas sobre Cálculo da Folha de Pagamento.

Se você estiver em busca de mais informações sobre o assunto, no próximo dia 13 o SindiVarejista em parceria com o IBDEC (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Educação Corporativa) fará um curso intensivo de um dia sobre o tema.

O aulão será das 8h30 às 17h30. Clique aqui e saiba como participar

O que é a Folha de Pagamento?
É a soma de todos os registros financeiros da sua empresa no que tange o setor de RH, como salários, bônus, vencimentos, descontos e outros. Ela é extremamente importante em qualquer empresa, sendo o espelho da remuneração de cada funcionário que você possui. Uma Folha de Pagamento mal feita pode incorrer em prejuízos financeiros para a sua empresa e até penalidades com a Justiça Trabalhista.

Qual o passo a passo para fazer o Cálculo da Folha de Pagamento?

  1. Defina o sistema que será usado – Empresas menores ou que estão começando a lidar com o cálculo da folha de pagamento podem preferir o uso do Excel, que ajuda a separar os pagamentos por mês. Mas, para aquelas empresas com um volume maior de dados ou um grande número de funcionários, pode ser necessário optar por sistemas especializados ou até mesmo pela terceirização.
  2. Atente-se ao registro de ponto dos funcionários – O registro de ponto é um item essencial quando falamos no cálculo da folha de pagamento, pois é ele que mostra seu os seus funcionários possuem horas extras a serem pagas, se tiveram faltas não justificadas no período, se devem receber adicionais como por trabalho noturno ou insalubridade, entre outros pontos. Por isso, antes de pensar em calcular o pagamento dos seus colaboradores é muito importante que você tenha um modo de registrar o horário trabalhado por cada um deles.
  3. Analise as faltas e os descontos – A partir do registro de ponto, você ainda poderá entender se existem descontos a serem lançados no valor do salário a ser pago, como no caso das faltas sem justificativa (como os atestados médicos). Aqui, também devem estar incluídas taxas como do INSS, do imposto de renda, além dos benefícios, como vale-refeição, vale-transporte e outros.

Depois desses cálculos, você terá como resultado o salário líquido do seu funcionário, ou seja, que já conta com os descontos, taxas, impostos e ainda os adicionais.

Quer saber mais? se inscreva no curso “Cálculos da Folha de Pagamento” que acontece no próximo dia 13 de fevereiro na sede do SindiVarejista, na área central de Campinas. CLIQUE AQUI


Em caso de dúvidas, entre em contato com Clayton Ferreira: (19) 3775-5560 ou (19) 9 9946-6361 (whatsapp) ou clayton.ferreira@sindivarejistacampinas.org.br


Fique por dentro das novidades do SindiVarejista.

=> Cadastre-se no nosso Boletim de Notícias (Newsletter). Basta preencher  o formulário ao final da página.

=> Acompanhe as novidades pelo nosso Facebook,  Instagram e Linkedin

TAG
cálculos da folha de pagamento campinas varejo
CATEGORIAS
SindiVarejista