Grupo Pão de Açúcar coloca wifi grátis em suas lojas

21 . mar . 2018 Print This Article

Durante as compras de frutas, carnes e produtos de limpeza, os consumidores do Grupo Pão de Açúcar podem se conectar à internet, para verificar as redes sociais ou navegar pela internet.

O grupo investiu pesado para instalar uma conexão wifi gratuita em todas as 775 lojas das marcas Extra e Pão de Açúcar. Feita em apenas 51 dias, a instalação foi finalizada a tempo da Black Friday no ano passado e já colhe os primeiros frutos.

A empresa não revelou qual foi o investimento na rede, mas afirma que o gasto será pago pelos benefícios que pode trazer ao negócio, tanto pela fidelização de consumidores quanto pela maior eficiência dos funcionários.

Desde o ano passado, a varejista está investindo em sua transformação digital. O maior exemplo desse movimento são os aplicativos Pão de Açúcar + e Clube Extra.

Os aplicativos oferecem descontos personalizados, com base no histórico de compras do consumidor, e prêmios para aqueles que concentrarem suas compras nos supermercados do grupo. O objetivo é fidelizar o consumidor e incentivá-lo a gastar mais nas lojas Pão de Açúcar e Extra, ao invés de dividir as compras entre vários supermercados.

Com a instalação do wifi nas lojas, a varejista espera que os consumidores usem mais os aplicativos, já que não precisam se preocupar com o uso de dados móveis. Quem ainda não tem o app também pode usar a rede para fazer o download e já aproveitar os descontos antes de entrar na fila do caixa, diz André Papa, Gerente de TI do GPA.

A wifi também irá agilizar o trabalho dos funcionários de estoque. A empresa implementou uma nova tecnologia de gestão que está toda baseada na nuvem e funciona por meio de wifi.

Para verificar os preços dos produtos nas prateleiras, o funcionário escaneia o código na etiqueta e verifica se o preço está atualizado. Se não estiver, já imprime uma nova etiqueta na hora. O sistema também ajuda a identificar quais produtos precisam ser repostos antes de acabar, assim a varejista não perde vendas, diz Papa.

Antes, esse trabalho era bem mais demorado. O funcionário anotava os preços dos itens, voltava ao estoque para verificar no sistema e depois atualizava o que era necessário. A eficiência da equipe de loja com esse processo aumentou em 70% desde a implementação do novo sistema e da rede de wifi nas lojas.

Fonte: Exame

CATEGORIAS
Economia SindiVarejista