O impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios

30 . ago . 2021 Print This Article

A 11ª edição da pesquisa “O Impacto da pandemia do coronavírus nos pequenos negócios”, do Sebrae, entrevistou, 17,4 milhões de pequenos negócios entre os dias 27 de maio e 1 de junho sobre os efeitos da crise nas suas empresas e sobre que medidas estão sendo tomadas para tentar mitigá-los. Confira os dados resumidos abaixo:

1. 32% das empresas ainda estão impactados por quarentena ou lockdown e 68% estão abertos ou não tiveram restrições;

2. 79% das empresas declararam que seu faturamento diminuiu, devido ao impacto do Coronavirus. 10% permaneceu igual, 8% aumentou e 3% não respondeu. Varejo também ficou com 79%.

3. Aos respondentes, o impacto médio do coronavirus no faturamento foi de -43%. Ao comércio varejista o impacto foi de -40%, piorando da edição de fev/21 (-33%).

4. São 70% os pequenos negócios varejistas que possuem dívidas. Deles, 33% já em atraso (inadimplentes).

5. 56% dos pequenos negócios varejistas buscaram empréstimos desde o início da crise. Dos que solicitaram 53% conseguiram o crédito.

6. 65% dos que buscaram crédito procurara o BB e CEF, porém a taxa de proporcional de liberação ficaram com Sicoob, Banpará e Sicredi.

7. 64% dos empreendedores varejistas informaram que nos últimos 12 meses o rendimento de seus negócios não foi suficiente para cobrir seus gastos familiares do dia-a-dia.

8. 44% dos empresários de pequenos negócios se diz esperançoso ou otimista com o futuro, mas 56% ainda se apresentam aflitos. No varejo estes últimos são 58%.

9. 18 meses é o tempo que preveem (varejo) o retorno à normalidade.

QUER VER A PESQUISA COMPLETA? CLIQUE AQUI

 

TAG
comércio Sebrae sindivarejitsa varejo
CATEGORIAS
SindiVarejista