História

Em 2014 o SindiVarejista completou 70 anos de fundação e legitimidade consolidado como uma das entidades mais importantes e reconhecidas do setor.

Sua história é repleta de batalhas e conquistas o que tornou a entidade uma das mais importantes e reconhecidas do Estado de São Paulo.

Fazendo sua própria história

O SindiVarejista foi criado pela iniciativa de quatro tradicionais comerciantes da cidade em 28 de abril de 1944 em prol da união e da proteção do varejo. O empresário do setor de cristais e louças, Emílio Gerin, o varejista do ramo de óleos vegetais, Dino Zamarion, o comerciante do setor de açougue, Dante Túlio, e Jayme Serra, proprietário de um armazém. Nesse período o mundo estava em guerra, o Brasil vivia a Era Vargas e acabara de criar a CLT –Consolidação das Leis do Trabalho. Campinas, estava com cerca de 80 mil habitantes, e tinha como prefeito Joaquim de Castro Tibiriçá. O Mercado Municipal era o maior e mais importante centro de compras, onde se concentravam todos os produtos e serviços que a população necessitava.
A entidade começou constituída como associação do comércio de carnes e depois como Sindicato Varejista de Carnes Frescas, para finalmente ser formalizada pelos quatro pequenos empresários, em curto espaço de tempo, como Sindicato do Comércio Varejista de Campinas. O propósito era atender os empresários dos diversos gêneros do varejo, todos carentes de suporte sindical nas demandas da nova legislação trabalhista.

Cinco presidentes. Sanae é a primeira mulher eleita

No ano em que se formalizou como sindicato, elegeu sua diretoria, empossou como presidente Dino Zamarion e filiou-se à Federação do comércio do estado de são Paulo (FecomerciosP), da qual faz parte até hoje. Zamarion iniciou na presidência do SindiVarejista em 1944 e se revezou no cargo com Dante Túlio e Jayme Serra até 1970. A partir de 1971, Jayme Serra permaneceu na presidência até 1982, quando faleceu. O advogado Tochio Guinosa assumiu a presidência e, depois de vinte anos à frente do sindicato,em agosto de 2002 foi substituído por Sanae Murayama Saito. Na eleição de 2004 Sanae Murayama Saito foi a quinta pessoa a presidir a entidade e a primeira mulher presidente.


Veja a linha do tempo com um resumo dos marcos históricos mais importantes para o SindiVarejista.

 

Representar e defender de forma ética a classe patronal do Comércio Varejista de Campinas e Região, promovendo o desenvolvimento social, político e econômico.

Ser um sindicato patronal diferenciado, capaz de disseminar conceitos de confiança, fortalecimento e ampliar as conquistas da classe, tornando-se um porto seguro e um respaldo aos empresários.

Atender as necessidades dos empresários e seus colaboradores com: ética, excelência, credibilidade, relacionamento e sustentabilidade.

Conexão Social

O projeto Conexão Social SindiVarejista, foi criado em 2006, e desde então busca a promoção e o desenvolvimento de uma cultura de gestão para a responsabilidade social e sustentabilidade na Região Metropolitana de Campinas (RMC). O projeto tem a intenção de sensibilizar e mobilizar as empresas do varejo e consumidores a incorporar no dia a dia práticas sustentáveis. O Conexão Social reconhece o papel fundamental do varejo na mudança da forma que consumimos e os impactos que podem ser causados no meio ambiente e na sociedade. Promovemos conexões através de redes de parcerias com pessoas e organizações que constituem uma rede de multiplicação de conceitos e práticas de consumo sustentável. Desde empresas do varejo, consumidores e demais públicos envolvidos, como funcionários, fornecedores, escolas, comunidade local, ONGs, poder público, entidades de classe e instituições afins. Nossas ações estão voltadas para construir, valorizar e ampliar conexões que possibilitam mudanças no comportamento individual e coletivo. Acreditamos que nossa contribuição está em inspirar, estimular, apoiar e comunicar ações práticas de sustentabilidade.

Conexão Empresarial

O projeto Conexão Empresarial Sindivarejista foi criado em 2012, juntamente com a inauguração do 5º andar do prédio onde localiza-se a sede do SindiVarejista. Todo o andar visa atender as demandas do projeto que oferece ao comerciante do varejo o suporte necessário para a sua qualificação. No local são realizados cursos, grupos de estudo, palestras e consultorias. As atividades têm como base quatro eixos principais como Desenvolvimento e Retenção de Talentos, Tecnologia do Varejo, Relações do Trabalho e Eficiência de Vendas. A criação do projeto tem a intenção de acompanhar as constantes mudanças no cenário do comércio varejista. Sua importância no cenário econômico brasileiro vem sendo cada vez mais reconhecida e destacada. Além de ser quem mais gera empregos formais no país, o setor exibe números expressivos de crescimento. Nesse cenário, aumentaram-se os desafios na forma de gerenciar e operacionalizar o negócio. Por isso, é de extrema importância oferecer ferramentas e um conjunto de informações e qualificação que incentivam a melhoria contínua e o desenvolvimento do empreendimento varejista. Isso tudo para tornar o comércio mais rentável e competitivo. Espaço físico O espaço do Conexão Empresarial tem 320 metros quadrados disponíveis, divididos em 12 salas multiuso com divisórias que permitem adaptações e sala de reuniões. A estrutura também comporta um auditório com capacidade para 70 pessoas, com banheiro acessível. No local há também a possibilidade de aluguel dessas salas de trabalho que têm cada uma, 10 metros quadrados. Elas oferecem acesso à internet, telefone, cozinha e banheiros exclusivos. O objetivo da iniciativa é atender empresários varejistas que não têm escritório próprio ou fixo.

 

Cidades de Atuação

O SindiVarejista está sediado em Campinas, com uma base territorial que inclui 13 cidades:
mapacidadesatuacao

      • Campinas
      • Artur Nogueira
      • Cosmópolis
      • Holambra
      • Hortolândia
      • Indaiatuba
      • Itatiba
      • Monte Mor
      • Paulínia
      • Rio das Pedras
      • Sumaré
      • Valinhos
      • Vinhedo

Supersindi
O personagem Varejildo representa o colaborador do Sindicato. Profissional prestativo, ágil, está pronto para atender a todos. Quando os desafios são muito grandes, Varejildo se transforma em super-herói: o Supersindi.
O Supersindi é o outro lado da personalidade do personagem. Um super-herói pronto para resolver todos os problemas.
varejildo_supersindi

 

Guia de Orientação Ética
Clique aqui para baixar nosso Guia de Orientação Ética.

70 anos

 Jonas Donizette e Sanae Saito

Jonas Donizette e Sanae Saito

O SindiVarejista completou 70 anos de fundação em abril de 2014 consolidado como uma das entidades mais importantes e reconhecidas do setor. O evento que marcou o aniversário da entidade aconteceu no mês de Maio. Uma grande festa aconteceu no Sesc Campinas e contou com a presença de amigos, parceiros, juízes, representantes de classe, representados e colaboradores. O evento também teve a presença de autoridades políticas e municipais, como o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, que em seu discurso parabenizou e destacou a importância regional da entidade. O evento contou com o lançamento do vídeo institucional e da revista comemorativa de 70 anos da entidade. Neles são apresentados a trajetória de conquistas e as origens do sindicato. Tanto o documentário quanto a revista tiveram a participação, em forma de depoimentos, de varejistas e parceiros que puderam relatar a importância das atividades do sindicato em sua história.

Mário Sérgio Cortella

Mário Sérgio Cortella

Mário Sérgio Cortella Mário Sérgio Cortella Os cerca de 300 convidados também puderam conferir a peça de teatro “Orçamento Familiar”, criada pelo projeto Conexão Social. Nela, dois atores interpretam personagens que informam, de forma lúdica e didática, a importância de praticar o orçamento familiar e as pequenas ações de consumo sustentável.

Comércio agente de desenvolvimento local

Para encerrar a festa, o evento contou com a participação especial do filósofo e escritor Mário Sérgio Cortella, que durante quase duas horas conversou com o público e falou da importância da atuação do comércio no meio em que está inserido, responsável por ser agente do desenvolvimento de uma comunidade.