Sebrae divulga resultados da 1ª Pesquisa Nacional sobre o E-commerce

05 . set . 2014 Print This Article

O Sebrae em parceria com o E-commerce Brasil realizou a 1ª Pesquisa Nacional sobre o E-commerce Brasileiro. O objetivo foi compreender a realidade, conhecer indicadores como número de empregados, faturamento, conversão de vendas e as principais dificuldades.

Ao todo foram colhidas 668 amostras no período de 9 de junho a 11 de julho deste ano. O índice de confiança, segundo o Sebrae, é de 95% com margem de erro de 4%. Confira abaixo alguns dados do levantamento.

A pesquisa

Segundo os dados colhidos, uma em cada três empresas operam exclusivamente online. Em média, a operação do E-commerce funciona com sete funcionários. E 58,3% das empresas têm até três funcionários.

Outro dado colhido foi que 41% das empresas participantes da pesquisa afirmaram terem sido criadas entre 2013 e 2014.

No Brasil a maior parte dessas empresas estão na região Sudeste (63%), seguida pela Sul (20,8%), Nordeste (8,4%), Centro-Oeste (4,6%) e por último Norte (2,8%). Juntas as regiões Sul e Sudeste representam 84,1% das empresas de E-commerce no Brasil.

Segundo a pesquisa os principais destinos de vendas são: em primeiro o Estado de São Paulo com 20,5%, seguido do Rio de Janeiro com 16,5%, Minas Gerais com 14,1%, Rio Grande do Sul, com 9,1% e por último o Paraná com 8,6%. Esses cinco estados representam cerca de 65,3% do PIB nacional.

O levantamento mostra que 57,3% dos participantes afirmaram que já operaram no lucro.

Quanto as diferen&ccedccedil;as no faturamento:

Dos 70% que se dizem E-commerce misto:
37,5% dizem faturar menos de R$ 5 mil por mês
23,6% dizem faturar entre R$ 30 mil e R$ 300 mil por mês
19,8% dizem faturar entre R$ 5 mil e R$ 30 mil por mês
19,2% dizem faturar acima de R$ 300 mil por mês

Dos 30% que se dizem E-commerce Puro:
35% dizem faturar entre R$ 5 mil e R$ 30 mil por mês
29,9% dizem faturar menos de R$ 5 mil por mês
18,2% dizem faturar entre R$ 30 mil e R$ 300 mil por mês
16,8% dizem faturar acima de R$ 300 mil por mês

A taxa média de abandono do carrinho de compras é de 57,7%. O número médido de pedidos mensais do E-commerce é 137.

Para ver a pesquisa completa clique aqui


AGENDE-SE: fique por dentro do que acontece no Sindi:

Próxima palestra: Controle seu Estoque e Não perca Dinheiro no dia 10

Palestra vai dar dicas de como aderir à Lei de Incentivo Fiscal, dia 16

‘Gestão de RH’ fala sobre Demandas Trabalhistas dia 17


Assessoria de Imprensa Sindivarejista (imprensa@sindivarejistacampinas.org.br)
Adriana Menezes e Luciana Félix – (19) 3775-5560
adriana.menezes@sindivarejistacampinas.org.br ; luciana.felix@sindivarejistacampinas.org.br

CATEGORIAS
Empreendedorismo SindiVarejista