SindiVarejista participa de reunião sobre novas regras para o funcionamento do comércio de Campinas

15 . jun . 2020 Print This Article

A presidente do SindiVarejista de Campinas e Região, Sanae Murayama Saito, participou na manhã desta segunda-feira (15) de uma videoconferência que reuniu entidades do comércio de Campinas e o prefeito Jonas Donizette para falar sobre novas adequações para o comércio de rua na cidade.

Na semana passada o grande volume de consumidores no principal corredor do comércio chamou a atenção das autoridades e de comerciantes, e nesta segunda-feira o prefeito, junto com as entidades, traçou novas medidas para garantir o cumprimento das regras de flexibilização, como as medidas sanitárias e a organização do fluxo de pessoas na área central durante o período de quarentena. (veja aqui as regras para o funcionamento do comércio em Campinas).

Campinas está na Fase Laranja da quarentena, definido pelo Plano São Paulo, do governo do Estado de São Paulo, e o esforço é para que o município não precise retroceder. Algumas cidades do Estado saíram da Fase Amarela diretamente para a Vermelha, que é a mais restritiva.

Novas medidas

Vale destacar que o comércio de rua é autorizado a abrir apenas quatro horas por dia (12h às 16h) e como muitos consumidores estão indo para o comércio central apenas para pagar carnês, uma solução discutida foi a separação de clientes que querem comprar, dos que estão no local para pagarem contas nas lojas. Essa separação servirá para controlar o fluxo e direcionar os pagamentos para o lado externo das lojas e evitar filas e aglomerações nas entradas, principalmente das lojas e departamento. Também foi discutida a possibilidade de criar um horário para o pagamento de carnês.

Outra medida que será adotada no calçadão da 13 de Maio será a implantação da sinalização de solo para pedestres. A intenção é organizar o fluxo de pessoas em duas mãos. Um lado para os consumidores que precisam “subir” a 13 em direção à Estação Cultura e a outra que “desce” a via, no sentido Catedral Metropolitana.

Outra medida que será implantada em Campinas é que a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) irá criar pontos em vias do Centro para que comerciantes possam entregar mercadorias para clientes no sistema drive-thru. Comerciantes, principalmente da 13 de Maio estavam com dificuldade de funcionar nessa modalidade já que não é permitida a entrada de veículos no local.

Outra medida apontada foi uma intensificação da fiscalização aos lojistas, no cumprimento de todas as normas.

“Os comerciantes estão cumprindo seu papel de seguir as recomendações e vão continuar fazendo isso. Agora é necessária uma conscientização também das pessoas para que continuemos nesse plano de reabertura”, afirmou a presidente do SindiVarejista.

Jonas ponderou que as cidades não podem sobrepor às decisões do Governo do Estado no que diz respeito a mudanças de medidas já definidas, com risco de responder judicialmente. “Vamos reforçar, ao máximo, as medidas públicas. Tudo que estamos fazendo é muito conversado, por isso, peço que nos ajudem, que deem sugestões na melhor forma de fazermos essa organização”, disse o prefeito Jonas Donizette aos comerciantes.

Entre as discussões, os comerciantes sugerem campanhas para conscientizar a população, para que respeitem as regras e não gerem aglomeração; que aumente a fiscalização aos lojistas, no cumprimento de todas as normas.

__________________________________________________________

Fique por dentro das novidades do SindiVarejista.

=> Cadastre-se no nosso Boletim de Notícias. Basta preencher  o formulário ao final da página.

=> Acompanhe as novidades pelo nosso Facebook

Assessoria de Imprensa Sindivarejista (imprensa@sindivarejistacampinas.org.br)
Bruna Mozer e Luciana Félix – (19) 3775-5560
bruna.mozer@sindivarejistacampinas.org.br ; luciana.felix@sindivarejistacampinas.org.br

TAG
campinas centro comércio reabertura SindiVarejista
CATEGORIAS
SindiVarejista