Varejo projeta queda de 7% nas vendas de Natal deste ano, segundo pesquisa

14 . dez . 2015 Imprimir esse Artigo
Consumidores olham vitrine de Natal na Rua 13 de Maio em Campinas

Consumidores olham vitrine de Natal na Rua 13 de Maio em Campinas

A falta de confiança do consumidor, causada pelo aumento do desemprego e queda da renda, irá contaminar as vendas de Natal realizadas pelo varejo da capital paulista. A previsão da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) é de queda próxima aos 7% nas vendas do período, em comparação com as realizadas no ano passado.

Segundo Alencar Burti, presidente da ACSP, as comercializa as vendas de dezembro vão seguir a tendência de queda observada ao longo de todo o ano. “É um momento difícil. Com preços elevados, desemprego crescente e confiança muito baixa”, diz Burti, que também preside a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

O Índice Nacional de Confiança (INC) da ACSP chegou, em novembro, ao seu patamar mais baixo em 10 anos, marcando 72 pontos. O índice veria entre zero e 200 pontos, sendo que entre zero e 100 está o campo pessimista e, entre 100 e 200, o otimista.

Burti pondera que dezembro vai se destacar frente ao demais meses do ano por conta do Natal, a melhor data para o varejo, e também pela injeção do recurso do 13° salário. No entanto, na comparação com dezembro de 2014 o resultado será negativo.

 

Fonte: Diário do Comércio

TAG
ACSP compras final de ano INC Natal SindiVarejista vendas
CATEGORIAS
Economia SindiVarejista