SindiVarejista adere a ação de logística reversa da Fecomercio

17 . out . 2017 Print This Article

O SindiVarejista é o mais novo ponto de descarte de pilhas e baterias portáteis pós-consumo para varejistas na região de Campinas. A entidade aderiu à campanha da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) que criou uma ação e uma plataforma digital que permite que sindicatos e comerciantes varejistas passem a participar da logística reversa de forma fácil e simples.

O objetivo é que os estabelecimentos se integrem à logística reversa e a operacionalizem, recebendo pilhas e baterias portáteis pós-consumo de seus clientes. Neste sistema, o SindiVarejista passa a receber dos estabelecimentos comerciais os descartes, que foram deixados pelos consumidores nas lojas. Com isso o varejista recebe um certificado indicando que ele promove a logística reversa.

Como participar

Para aderir a ação o comerciante deve acessar o portal (clique aqui) e fazer a adesão ao campanha com isso ele estará atendendo a exigência de normas. O descarte é obrigatório principalmente a varejistas que vendem esses produtos.

Um coletor foi disposto na recepção da sede do sindicato que fica na Rua General Osório, 883, 4ºandar. O descarte pode ser feito de segunda a sexta-feira no horário comercial, entre 8h30 às 17h45 (11h30 às 12h30 – a entidade fica fechada para o horário de almoço).

O comerciante que quiser saber mais informações pode entrar em contato Clayton Ferreira e Glauceane Rodrigues pelo telefone: (19) 3775-5560. As dúvidas também podem ser enviadas pelo WhatsApp do SindiVarejista (19) 99946-6361.

Logística Reversa

Esse é um tema cada vez mais discutido entre comerciantes e todos os elos da cadeia produtiva, que compartilham a responsabilidade pelo ciclo de vida dos produtos e pela redução do volume de resíduos sólidos e rejeitos gerados.

Mas o que é exatamente logística reversa? Determinados produtos vencidos ou usados, apresentam riscos à saúde humana e ao meio ambiente se descartados inadequadamente. Por isso, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e a Resolução 045/2015 da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA), os consumidores não podem descartá-los no lixo doméstico, mas, sim, nos pontos de coleta disponibilizados pelos estabelecimentos que os comercializam.

A partir daí, fabricantes e importadores, devem reciclar o que for possível e proceder à destinação ambientalmente adequada dos rejeitos. Esse processo é chamado de logística reversa.

Na plataforma digital está disponível um espaço digital onde comerciantes e sindicatos encontram informações detalhadas para que os estabelecimentos comerciais possam participar dos sistemas de logística reversa no Estado, aderindo aos termos de compromisso assinados pela FecomercioSP. De caráter informativo e fácil navegação, o site esclarece as principais dúvidas relacionadas ao assunto, entre elas, de que modo o comércio pode aderir a estes termos de compromisso e se tornar um ponto de entrega, onde comprar ou como confeccionar um coletor para pilhas e baterias portáteis, quais produtos participam dos termos de compromisso e os impactos do descarte inadequado destes produtos pós-consumo para a saúde humana e para o meio ambiente.

TAG
campinas descarte correto fecomercio logística reversa SindiVarejista
CATEGORIAS
Economia Empreendedorismo Inovação SindiVarejista