Dia dos Namorados: Floriculturas se reinventam e pedidos ‘online’ viram carro chefe

10 . jun . 2019 Print This Article

O Dia dos Namorados está se aproximando e, além de ser uma oportunidade de alavancar as vendas no comércio, para alguns setores, como as floriculturas, ela é mais do que tradicional. Buquê de rosas, orquídeas, tulipas, margaridas, entre outras. Não importa o tipo, os brasileiros elegeram as flores como protagonista da data, elas são consideradas clássicas e por isso neste período aumentam e, muito, as vendas do setor.

Há 17 anos à frente do Chalé das Flores, a empresária Luzia Nishida Isida conhece bem o mercado e sabe que ser diferente e dar opções e facilidade são estratégias fundamentais para conquistar os apaixonados.

A pequena loja sediada em um chalé em madeira é muito charmosa e exala o cheiro doce das flores. Localizada no bairro Taquaral, próximo a Lagoa do Taquaral, Luzia já montou kits com opções bem diferentes para cada tipo de perfil.

Na loja é possível encontrar desde os tradicionais buquês de rosas vermelhas, de flores do campo, orquídeas entre outras flores e até opções de cestas com cerveja, petiscos e até vinho.

“A flor que ainda impera são as rosas vermelhas por ser tão associada ao amor e à paixão. Mas também há muitas pessoas que procuram o diferente, querem dar algo a mais e impressionar. Pensando nisso montei opções mais diferentes com bebidas mas também temos cestas com ursinhos de pelúcia, chocolates, que são mais tradicionais”, explica a comerciante.

No Chalé um buquê com meia dúzia de rosas custa a partir de R$ 55,00. A cesta com flores, cerveja e petiscos a partir de R$ 43,00. Com uma garrafa de vinho R$ 60,00. “A maior parte dos pedidos veem por clientes que estão comprando pela internet ou pelo Whatsapp. Para eles monto na hora e fazemos a entrega. Mas deixamos na loja alguns prontos. Sempre tem um ou outro que entra e acaba comprando”, afirmou.

Ela explicou que o setor está vindo de três meses bons para vendas: em março foi comemorado o Dia da Mulher, em maio teve o Dia das Mães e junho Dia dos Namorados. “Esse período é o melhor de todo o ano. Nesses meses os pedidos aumentam em 150”, afirmou a comerciante que analisa que a véspera dos Dia dos Namorados e o próprio dia, as encomendas aumentam muito. “Tenho sempre um entregador. Nesse período preciso de uns cinco para dar conta de todas as entregas”, afirmou.

Internet

Dar a opção de compra no online foi o que deu um impulso a floricultura que existe há 27 anos. “Se não fossem as vendas pelo site não sei o que teria sido”, disse a empresária que lembrou de dezenas de floriculturas que fecharam desde que a Ceasa (Centrais de Abastecimento de Campinas) passou a vender para o consumidor final, no Mercado das Flores. Também houve um grande volume de supermercados que passaram a vender flores, assim como lojas de produtos para pets e jardinagem.

“Muito complicado. Ainda tenho aqueles clientes que todo ano compram aqui. Principalmente em datas comemorativas, mas o grosso vem dos clientes online”.

A loja tem parceria com o site nacional de vendas de flores a “Giuliana Flores” e os pedidos gerados pela plataforma na região de Campinas são atendidos pela loja do Taquaral. “Nosso diferencial foi que passamos a atender algumas floriculturas parcerias que estão fora de Campinas. Com isso o pedido online passou a ser nosso carro-chefe”, explicou.

Além da plataforma a floricultura atende pelo WhatsApp: (19) 98122-0812

Serviço:
Chalé das Flores
Rua Padre Manuel Bernades, 1071 – Parque Taquaral, Campinas
Atendimento de segunda a sexta-feira das 8h30 às 18h
Sábado das 8h30 às 12h30
Telefone: (19) 3243-9012


Fique por dentro das novidades do SindiVarejista.

=> Cadastre-se no nosso Boletim de Notícias (Newsletter). Basta preencher  o formulário ao final da página.

=> Acompanhe as novidades pelo nosso Facebook  Instagram e Linkedin

 

TAG
campinas chalé das flores eu varejista floricultura SindiVarejista varejista varejista em foco
CATEGORIAS
SindiVarejista