Mobile commerce cresce e dá ao WhatsApp função de aproximar lojistas e clientes

06 . abr . 2015 Print This Article

Pesquisa recente do Paypal investigou os hábitos de compras de 17,5 mil consumidores em 22 países, incluindo o Brasil. E demonstrou que o comércio via dispositivos móveis cresce quase três vezes mais do que a média do e-commerce tradicional. Apesar desse aumento, o mobile commerce ainda é relativamente pequeno se comparado ao percentual que ocupa no total de gastos globais no comércio virtual. De acordo com o levantamento, smartphones respondem por 9% dos gastos on-line feitos por meio de dispositivos móveis e os tablets, 5%. A pesquisa apontou, também, que 28% dos consumidores on-line afirmaram ter comprado por meio de smartphones nos últimos 12 meses e 20% disseram que efetuaram a compra via tablet.

A evolução do comércio com esse tipo de aparelho é liderada por jovens adultos, tanto que 59% dos compradores têm idades entre 18 e 34 anos. É um público que recorre a plataformas digitais variadas para adquirir produtos e contratar serviços, uma ajuda e tanto para resolver a vida. Além das lojas on-line, do Facebook e do Instagram, o WhatsApp também entrou nessa onda. Criado para envio de mensagens de texto, de áudio e vídeos, o aplicativo se destaca, agora, como ferramenta importante para quem não abre mão da tecnologia na hora de fazer compras.

AmoSapato
Inaugurada em dezembro de 2011, a loja trabalha com sapatos, em sua maioria de desenvolvimento próprio, mas também oferece produtos de marcas famosas. WhatsApp: (19) 97122-7797

A ideia
Lívia Martins, proprietária – Começamos com Instagram e Facebook, que geraram demanda de novas clientes. Elas solicitavam fotos e preços via WhatsApp e decidimos atendê-las. O aplicativo é uma ferramenta rápida e sem custo que facilitou nossa comunicação. Utilizamos essa ferramenta há cerca de um ano, mas faz seis meses que intensificamos as vendas via WhatsApp. Agora, temos dois números de contato.

As vendas
Nosso processo é bem simples. Geralmente, postamos fotos dos sapatos com o número do WhatsApp e a cliente entra em contato. Por meio da ferramenta, respondemos dúvidas relacionadas a preço, numeração e calculamos o frete na hora via site do Correios. O pagamento pode ser feito com cartão ou depósito em conta. Atendemos clientes do Brasil todo e já vendemos para Bahia, Rio de Janeiro e Cuiabá, mas, principalmente, para o Interior de São Paulo. Também usamos o aplicativo para informar sobre promoções e eventos na loja.

As trocas
A política é similar à de uma loja online, mas diferente da loja física porque tem a questão do frete. O resto é igual. Trocas de sapatos comprados na loja virtual ou nas redes sociais podem ser feitas em dez dias a contar do recebimento da mercadoria. O custo de envio da devolução para a loja é por conta do cliente e o reenvio para o cliente cabe à loja. Produtos com defeito perceptível serão trocados e enviados para conserto ou será feito o reembolso em crédito de produtos para a cliente.

Vale a pena?
As clientes de WhatsApp são bem decididas e as vendas, rápidas. A mulher de hoje não tem muito tempo para planejar suas compras, por isso, o aplicativo é uma excelente ferramenta. A maioria dos contatos é feita durante o almoço ou à noite, daí ser necessário um investimento de tempo.

Clique aqui e continue lendo a matéria na íntegra no site da Revista Metrópole


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/sindivarejistacampinas/www/wp-content/themes/gadgetine-theme-child/includes/single/post-tags-categories.php on line 7
CATEGORIAS
SindiVarejista