ICC

ICC – Índice de Confiança do Consumidor 
Objetivo

O objetivo principal do ICC é identificar o “humor” dos consumidores mediante sua percepção relativa às suas condições financeiras, às suas perspectivas futuras e também à percepção que o consumidor tem das condições econômicas do país. O Índice de Confiança do Consumidor varia de 0 a 200, calculado com base em perguntas dicotômicas (respostas positivas ou negativas) nos moldes do indicador de confiança de Michigan, criado em 1950. No início da década de 1990 a equipe econômica da FecomercioSP adaptou a metodologia original às necessidades brasileiras.

Como é obtido

Os dados são coletados junto a cerca de 1.355 consumidores nos municípios de Campinas e Indaiatuba.

Utilidades

Atualmente, o Índice de confinça do Consumidor é usado como referência nas reuniões do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), responsável pela definição da taxa de juros no país, a exemplo do que ocorre com o aproveitamento do CCI pelo Banco Central.

Aponta o “humor” do consumidor e a percepção econômica do País

Campinas

Novembro de 2016 – 104,2

Dezembro de 2016 – 106

Janeiro de 2017 – 107,3

Fevereiro de 2017 – 106,2

Março de 2017 – 109,3

Abril de 2017 – 116,7

Maio de 2017 – 114,1

Junho de 2017 – 113,6

Julho de 2017 – 111,2

Indaiatuba

Novembro de 2016 – 105,5

Dezembro de 2016 – 119,7

Janeiro de 2017 – 118

Fevereiro de 2017 – 117,1

Março de 2017 – 118,9

Abril de 2017 – 118,9

Maio de 2017 – 120,8

Junho de 2017 – 117,8

Julho de 2017 – 116,4

 

 

 

ICC de Campinas tem 3ª queda seguida, mas continua positivo