SindiVarejista homenageia comerciantes que lutam para manter suas empresas

16 . jul . 2020 Print This Article

Hoje, 16 de julho, é o Dia do Comerciante. Mas não há muito o que comemorar já que a região de Campinas está com o comércio fechado há pelo menos duas semanas por causa da pandemia do coronavírus. Mas nessa data, o que deve ser enaltecido é o trabalho intenso que os comerciantes estão fazendo para driblar a crise e conseguir sobreviver em meio a tantas incertezas.

Com horários restritos, fluxos de caixa prejudicados e a incerteza constante dos últimos quatro meses, vários comerciantes reajustaram as rotas, reduzindo custos e adequando sua forma de trabalho. E muitos ainda tiveram que demitir e até fechar suas portas.

Desde março o comércio tem vivido com essas instabilidades e incertezas. Muitos, pegos de surpresa, tiveram que adaptar sua rotina e atividades e incorporar outras formas de venda usando delivery, drive-thru e as redes sociais.

As vendas por esses modelos não chegam nem perto da presencial, mas ajuda a gerar alguma forma de continuar a persistir e com isso mantes suas empresas, maioria conquistadas a muito custo, funcionando.

“O comércio é um dos principais geradores de emprego de qualquer cidade, além disso ele é responsável por uma cadeia econômica e quando ele está com as portas fechadas, significa insegurança e incertezas”, disse a presidente do SindiVarejista de Campinas e Região, Sanae Murayama Saito.

A entidade está desde o início da pandemia orientando e apoiando os empresários de sua área de atuação com questões jurídicas e trabalhistas. Uma das iniciativas foram os aditamentos a Convenção Coletiva de Trabalho que dá mais segurança jurídica às empresas que optarem por fazer os Acordos de Redução de Salário e de Carga Horária ou de Suspensão propostos pelo governo Federal por meio da Medida Provisória 936 (veja mais aqui).

“A força de trabalho em uma microempresa é pai, mãe, filhos que unidos conquistam a sustentação necessária à família. Enfim, o comércio é vida pulsando”, afirmou a presidente da entidade.

Na foto utilizada pelo SindiVarejista para homenagear esses lutadores do comércio estão a empresária Vera Rodrigues e filho seu filho Fábio Ruzene Rodrigues da Mother´s Chocolate. Os comerciantes participaram de uma matéria especial de Páscoa feita pelo SindiVarejista (leia aqui).

Confiança do empresário do comércio volta a crescer após quatro meses

Após ter alcançado o menor patamar da série histórica no mês passado, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), registrou crescimento de 6,6% em julho, passando de 66,7 pontos para 69,3 pontos.

Foi o primeiro avanço mensal do indicador em quatro meses, desde o início da pandemia do novo coronavírus. Por outro lado, no comparativo anual, houve queda de 39,5%, segundo a CNC.

Mesmo com o resultado positivo em julho, o índice continua abaixo dos 100 pontos, na zona de avaliação pessimista, e 59 pontos abaixo do nível pré-crise.

TAG
comércio dia do comerciante SindiVarejista
CATEGORIAS
SindiVarejista