Sindivarejista recebe o deputado federal Jonas Donizette

20 . jun . 2011 Print This Article

Indicada para se tornar uma das subsedes da Copa do Mundo de 2014, Campinas tem grandes chances de receber seleções de grande representatividade e, com isso, atrair um grande número de turistas com forte potencial de consumo. O reflexo no comércio será imediato. A previsão foi feita pelo deputado federal Jonas Donizette (PSB/SP), durante a reunião de Coordenadoria Nordeste dos diversos sindicatos patronais do setor varejista do interior de São Paulo. O encontro aconteceu na sexta-feira (17/06), na sede do Sindivarejista de Campinas e Região.

O político, que preside a Comissão Permanente de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, esteve presente na reunião a convite da presidente do Sindivarejista, Sanae Murayama Saito. “O empresário precisa estar preparado para receber esses turistas”, destacou Sanae. A abertura de um programa de qualificação de mão de obra pelo Ministério do Turismo e a criação de lojas específicas pela Abras para oferecer um atendimento diferenciado são algumas das ações definidas para receber o consumidor estrangeiro durante a Copa de 2014 no Brasil. 

Jonas Donizette mencionou ainda que a região de Campinas será especialmente beneficiada em função dos investimentos no Aeroporto de Viracopos. “A expectativa da Infraero é que Viracopos se torne o grande aeroporto do país, e isso vai mexer não só com Campinas como também com todo o interior do Estado. O fluxo de empresas e comércios vai aumentar muito”.

Pedido de apoio

Durante a reunião, os representantes dos sindicatos patronais presentes entregaram ao deputado um documento com o posicionamento das entidades filiadas à Fecomercio em relação a quatro propostas legislativas que tramitam no Congresso. Uma delas é o Projeto de Lei nº 469 de 2011 que dispõe sobre a contratação de técnicos de segurança do trabalho para todas as empresas no Brasil. As entidades do setor varejista são contra a aprovação da proposta, pois os empregadores já são obrigados a contratar técnicos e serviços especializados.

O documento menciona ainda o Projeto de Lei Complementar 003/2007, que mantém o pagamento da contribuição sindical patronal das micro e pequenas empresas. Os representantes dos sindicatos patronais são favoráveis à aprovação da proposta já que o não pagamento da contribuição pelas empresas optantes do Simples tem trazido graves consequências sobre a arrecadação patronal.

O documento pede também uma atenção especial do deputado ao Projeto de Lei do Senado que dispõe sobre a criação do Dia Nacional da Consciência Negra. As entidades querem que seja mantido o texto original que instituía a data apenas como comemoração e não como feriado nacional por trazer consequências negativas à economia do país.

Os representantes também pediram apoio ao deputado para que o Projeto de Lei 6851/2010 que estabelece que o vale-transporte deve ser custeado integralmente pelo empregador não seja aprovado. Além de aumentar o custo das empresas, eles entendem que a aprovação do PL dificultará ainda mais a colocação dos trabalhadores que moram em bairros mais distantes, pois as empresas, principalmente as de menor porte, vão optar por trabalhadores que vivem em locais mais próximos.

Jonas Donizette prometeu analisar cada uma das quatro propostas apresentadas e destacou a importância do comércio varejista como um grande empregador. “Quero me colocar à disposição de todos vocês para defender as questões do comércio varejista”, concluiu o deputado federal. 

Assessoria de Imprensa Sindivarejista (imprensa@sindivarejistacampinas.org.br

Adriana Menezes e Araceli Avelleda – (19) 3775-5560

adriana.menezes@sindivarejistacampinas.org.br ; araceli.avelleda@sindivarejistacampinas.org.br

CATEGORIAS
Eventos SindiVarejista