Supermercados apostam no consumo durante a Copa para elevar vendas

29 . Maio . 2014 Print This Article

Os supermercados esperam um aumento de 10% a 20% na venda de produtos que devem acompanhar os torcedores brasileiros nos dias da Copa do Mundo. Bebidas, pestiscos e carnes devem apresentar um acréscimo no volume comercializado entre os meses de junho e julho.

Os representantes do setor garantem que os preços foram mantidos pelos fornecedores e afirmam que muitos fabricantes vão lançar ações promocionais. Os supermercados já estão com estoques reforçados para atender a demanda dos consumidores durante o Mundial. As redes também apostam em bandeiras, cornetas, camisetas e até poltronas infláveis nas cores verde-amarelo, com o objetivo de estimular os compradores e fazer a torcida entrar no clima da Copa.

Os grandes estabelecimentos reforçaram a comercialização de televisores, cujas vendas cresceram 30% nos últimos meses. O gestor de compras da área de bebidas da rede Pague Menos, Paulo Falavigna, afirmou que a empresa está otimista com o aumento de vendas de produtos como cervejas, salgadinhos e carnes. "Nossa expectativa é elevar as vendas de 20% a 25% no setor de bebidas. E também projetamos incremento de 10% nos destilados. As linhas de salgadinhos devem ter crescimento de 20%. Nas carnes, deve variar de 18% a 20%", calculou.

Para ele, os consumidores que gostam de futebol vão comemorar os jogos. "O brasileiro é sempre otimista e gosta de futebol. Nós esperamos um grande movimento na véspera e no dia dos jogos,  principalmente da Seleção Brasileira", salientou.

Falavigna lembrou que na Copa das Confederações houve um aumento geral de vendas na rede de 15%. "Esperamos que na Copa seja melhor ainda", afirmou garantindo que os preços não apresentaram reajuste.
O diretor comercial da Rede Dalben, Mauro Lima, comentou que espera por uma elevação das vendas, mas não está tão otimista sobre os efeitos da Copa do Mundo sobre o faturamento do mês.

"A torcida ainda não aqueceu para o Mundial. Pelo histórico das outras copas, é possível projetar crescimento das vendas, principalmente de bebidas e petiscos, mas não é um aumento tão grande", disse.
Ele ressaltou que a rede teve um acréscimo nos estoques das bebidas, especialmente de cervejas para atender a demanda dos dois próximos meses.

A rede Walmart projetou um avanço de 20% nas vendas de produtos sazonais em relação a um mês normal. A empresa aposta em itens como televisores, bebidas, carnes, comidas práticas e suvenires.

O Extra estimou o crescimento de 30% nas vendas de cervejas no período da Copa do Mundo e 20% nos refrigerantes. A expectativa do setor é que no período da competição os supermercados paulistas faturem R$ 1,8 bilhão.

CORREIO POPULAR


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/sindivarejistacampinas/www/wp-content/themes/gadgetine-theme-child/includes/single/post-tags-categories.php on line 7
CATEGORIAS
SindiVarejista