Presidente do SindiVarejista fala sobre Gestão de RH ao G1

20 . jul . 2015 Print This Article

Reportagem do portal G1 Campinas traz mais uma vez a notícia sobre o alto número de ações trabalhistas envolvendo varejo. A presidente do SindiVarejista, Sanae Murayama Saito, comentou os dados e ressaltou a importância dos empresários se capacitarem e evitar enfrentar processos judiciais. Por isso, o SindiVarejista tem realizado os encontros Gestão de RH, gratuitos e mensais, para treinar e capacitar os comerciantes. Um dos participantes desse encontros, o comerciante Ricardo Caruso, também comentou ao G1 a importância da prevenção. Confira a reportagem:

As ações trabalhistas movidas contra os comerciantes da região de Campinas (SP) bateram recorde em 2014, segundo dados do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, que abrange 599 municípios. Foram 21.342 novos processos abertos na Justiça, o maior número registrado desde 2005.

O número representa um aumento de 108% em nove anos, de acordo com os dados do TRT. Além disso, as ações iniciadas em 2014 também foram 36% superior as registradas em 2013, quando foram abertos 15.591 processos.

Se for considerada apenas a cidade de Campinas, os processos saltaram de 1.262 em 2013 para 2.710 em 2014, o que representa um crescimento de 114%. É a maior alta desde 2006, quando foram abertos 3.289 mil processos.

Despreparo
De acordo com a presidente do Sindivarejista, Sanae Murayama Saito, os números mostram um despreparo por parte dos empresários. “Um dos motivos para o aumento das ações trabalhistas é o despreparo de muitos comerciantes, especialmente, os de pequeno e médio porte”, explica.

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic) também avalia que o excesso de processos trabalhistas no setor reflete a falta de conhecimento dos pequenos e médios empresários sobre a legislação.

Problemas simples
Segundo Sanae, a maior parte das ações são motivadas por problemas simples, que poderiam ser evitados pelos empresários. “Boa parte dos processos judiciais envolvem o não cumprimento da hora de descanso, pagamento de hora-extra, entre outros”, destaca.

Para ela, o melhor caminho para reduzir o número de processos trabalhistas é a prevenção. “Uma ação na Justiça é muito cara e demanda muito tempo e energia de todos os envolvidos. Evitar as ações é a melhor alternativa tanto para o empregado quanto para o empregador”, destaca.

O empresário Ricardo Caruso, de 48 anos, que tem duas lojas que vendem chocolates em Campinas, conta que tem procurado cursos de capacitação para conseguir prevenir futuras ações trabalhistas. “Busco sempre estar bem informado da legislação e dos acordos sindicais. Você tendo o conhecimento geral do funcionamento de uma empresa, consegue prevenir as questões trabalhistas. Alguns comerciantes desconhecem as leis”, destaca.

Capacitação
Para orientar os empresários, o Sindivarejista afirma que têm realizado encontros gratuitos mensais onde os comerciantes tiram dúvidas e são capacitados para cumprirem de forma integral a legislação trabalhista e aprendem como ter um diálogo mais eficiente com os funcionários.

A Acic também informou que dentro de seu programa de qualificação, desenvolve atividades que proporcionam ao empreendedor suprir essa carência.

“A prevenção ainda é mesmo o melhor caminho para evitar problemas trabalhistas” finaliza a presidente do sindicato.

Fonte: G1 Campinas

Quer saber mais sobre o Gestão de RH? Clique aqui.

Assessoria de Imprensa Sindivarejista (imprensa@sindivarejistacampinas.org.br)
Bruna Mozer e Luciana Félix – (19) 3775-5560
bruna.mozer@sindivarejistacampinas.org.br ; luciana.felix@sindivarejistacampinas.org.br

CATEGORIAS
Conexão Empresarial SindiVarejista na Mídia