Acic projeta pior Dia dos Pais em 7 anos

02 . ago . 2013 Imprimir esse Artigo

A Associação Comercial e Industrial de Campinas (Acic) não está otimista com o Dia dos Pais deste ano. Segundo o economista da associação, Laerte Martins, o crescimento previsto é de apenas 3,5% – o pior dos últimos sete anos. Em 2012 houve um acréscimo de 6% nas vendas em relação ao ano anterior. “A economia diminuiu seu ritmo. Hoje temos um endividamento maior da população, a inadimplência está alta, assim como a inflação. Tudo isso influencia para baixo as vendas”, disse.

O Dia dos Pais é a 5ª data do ano que mais aquece o mercado. O preço médio do presente, segundo o economista, será bem próximo ao de 2012. “No ano passado o valor foi de R$ 100 e este ano não deve ultrapassar os R$ 105”, afirmou. Na região, a projeção é semelhante: em 2012 o comércio movimentou R$ 176 milhões e este ano o valor deve chegar a R$ 183 milhões. Os presentes mais procurados deverão ser calçados, peças de vestuário e eletroeletrônicos. No último caso, estão principalmente celulares e Ipads.

Comércio aberto

Na sexta-feira e no sábado – 09 e 10 de agosto – o comércio da cidade funcionará em horário especial. Nos dois dias o consumidor poderá ir às compras entre 8h e 20h.

Fonte: Metro

CATEGORIAS
Economia SindiVarejista