Metade dos inadimplentes no comércio deve mais de R$ 500

21 . maio . 2013 Imprimir esse Artigo

Segundo o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), 50,49% do total dos inadimplentes do comércio varejista em abril têm dívidas com valores superiores a R$ 500. Para os economistas do SPC Brasil, o resultado é reflexo das compras de bens duráveis, que, na maioria das vezes, são parceladas ao longo de vários meses. “Mesmo com o recente bom desempenho do mercado de trabalho e a melhora no nível da renda do brasileiro, muitas pessoas acabam por assumir um número elevado de financiamentos e não conseguem cumprir seus compromissos”, diz a economista Ana Paula Bastos.

Em abril, 53,77% dos inadimplentes foram mulheres, enquanto 46,23% foram de CPFs de consumidores do sexo masculino. Na visão das entidades, o dado mostra a crescente participação das mulheres na vida financeira de suas famílias, uma vez que muitas passaram a serem as principais responsáveis pelas despesas domésticas. Calote em alta Outra pesquisa mostrou que a inadimplência do consumidor subiu 2,9% em abril na comparação com o mês anterior, a segunda alta mensal consecutiva do ano. Na comparação com abril do ano passado, o avanço foi de 6,7%, de acordo com a Serasa Experian. 

Na avaliação dos economistas da entidade, a inflação, o alto comprometimento do salário com dívidas, o crédito “mais seletivo nas instituições financeiras” e o aumento dos juros contribuíram para o aumento da inadimplência. As dívidas com os bancos foram as principais responsáveis pela alta: aumentaram 6,7% e representaram 2 pontos percentuais do índice. 

Fonte: Metro

CATEGORIAS
Economia SindiVarejista